Esperar o judiciário ou aderir ao Acordo dos Planos Econômicos?

Compartilhe essa notícia!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Aderir ao Acordo dos Planos Econômicos. Sim ou não? Entenda. No dia 1º de março de 2018, o Supremo Tribunal  Federal validou este Acordo.  Firmado entre Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Advocacia-Geral da União (AGU), o Banco Central (Bacen), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e a Frente Brasileira Pelos Poupadores (Febrapo), sobre os planos econômicos Bresser de 1987, Verão de 1989 e Collor 2 de 1991.

O objetivo é garantir reparação aos consumidores que sofreram prejuízos nas cadernetas de poupança com a implementação dos planos econômicos e aguardavam, há quase 30 anos, o desfecho de disputas judiciais. Ele foi celebrado em um cenário de incerteza e de retrocesso aos direitos dos poupadores, nos tribunais.

Mas, vale a pena esperar o judiciário ou aderir ao Acordo dos Planos Econômicos?

Deve-se ter em mente que o grande fator que pesa a favor de um acerto amigável entre as partes é o TEMPO. Todos sabemos que as ações na justiça demoram muito. Um processo judicial possui muitas fases e a espera por um resultado pode durar anos. Isso sem contar o fato de que o resultado pode não ser o esperado!

A exceção a essa regra é o Acordo dos Planos Econômicos, que pode ser aceito pelos poupadores em qualquer momento de um processo, caso as partes deste processo queiram. Ou seja, se o poupador decidir desistir da ação judicial, pode aderir ao Acordo.

Atualmente, temos um Código de Processo Civil que possibilita de forma bem ampla que as partes possa fazer Acordo e isso é fantástico, porque consegue-se chegar ao resultado em um tempo bem menor que o esperado.

Mas nem todos podem aderir ao Acordo dos Planos Econômicos! A lei e a natureza de alguns processos judiciais podem impedir que, mesmo que uma das partes queira fazer o acordo, ela seja impedida. Por isso, é muito importante conversar com seu advogado e analisar com calma a situação do seu processo judicial.

No site da Febrapo, disponibilizamos várias informações, assim como no próprio Portal Informativo do Acordo dos Planos Econômicos. Lá você encontra a documentação, calendário e passo a passo para realizar a adesão.

Assim, se você tem a possibilidade de fazer um Acordo, pense bem! Você é um sortudo! Analise bem, converse com seus familiares, e vejam o quão importante e benéfico é fazer o acordo em sua ação sobre os Planos Econômicos.

– Vale a pena esperar pela Justiça?

– Me falta TEMPO para isso. Para mim, é melhor fazer o Acordo!

– Mas na Justiça você poderá ganhar mais dinheiro?

– De que vai adiantar ganhar mais, se eu não puder usar nenhum, já tenho muita idade! Prefiro usar um pouco hoje, do que não usar esse muito que tanto falam.

– O senhor tem razão!

Fechar Menu